Esclerose Múltipla

Vitamina D e seus importantes papéis no cérebro

Saúde Cérebro - Vitamina D

As pessoas têm aprendido muito sobre os benefícios da vitamina D para a saúde ao longo da última década. E embora a vitamina D seja conhecida por promover a saúde óssea e regular os níveis de cálcio, ela também desempenha um papel importante na saúde do cérebro.

Ao longo dos últimos anos, a deficiência de vitamina D tem sido associada com o risco aumentado desordens relacionadas ao cérebro, como doença de Parkinson, esclerose múltipla, autismo e demência. Com referência a essa última, um novo estudo publicado na revista Neurology correlaciona os baixos níveis de vitamina D ao aumento do risco de desenvolver demência.

O estudo representa uma colaboração de várias instituições altamente respeitadas em todo o mundo, que avaliaram um grupo de 1.658 idosos que não tinham demência, e mediram seus níveis de vitamina D. A média de acompanhamento foi de cerca de 5 anos e meio.

Deste grupo, 171 participantes desenvolveram demência, e desses, 102 tinham desenvolvido a doença de Alzheimer. Quando os dados foram avaliados, a correlação de baixo nível de vitamina D para o risco de desenvolver demência foi profunda. Até mesmo uma deficiência moderada de vitamina D foi associada a um aumento de risco de 53% de desenvolvimento de demência de qualquer tipo. Aqueles que tinham muita deficiência, foi encontrado um risco aumentado de demência em 122%.

Hoje, há mais de 1,2 milhão de brasileiros que sofrem de doença de Alzheimer, e estima-se que existem 44 milhões de casos no mundo inteiro. Ainda mais convincente é a estatística que indica que cerca de 1 bilhão de pessoas no mundo podem ter níveis baixos de vitamina D, que, de acordo com o relatório da Neurology, os coloca em risco substancialmente aumentado de demência e, especificamente, da doença de Alzheimer.

Assista aqui um vídeo do Dr. Guilherme Olival falando sobre a Vitamina D na Esclerose Múltipla.

Outros benefícios para o cérebro
Um crescente corpo de evidências sugere que a vitamina D – presente em alguns alimentos e produzida naturalmente quando a pele é exposta à luz solar – regula a enzima que converte o aminoácido triptofano em serotonina, um neurotransmissor que ajuda a regular o humor e o desenvolvimento do cérebro, enquanto no útero.

A suplementação de vitamina D tem se mostrado essencial por uma série de razões. Essa ciência nova e poderosa dá apoio não a uma triagem de pacientes com baixa em vitamina D, mas também à incorporação de vitamina D nos protocolos para preservar a saúde do cérebro em pessoas de todas as idades.

'Vitamina D e seus importantes papéis no cérebro' há 1 comentário

  1. 1 de agosto de 2017 @ 17:04

    Artigo muito interessante e muito sustentável. O corpo humano além de sua complexidade é muito frágil e a ausência da Vitamina D por qualquer que seja a razão, vai influenciar terrivelmente no metabolismo humano, podendo desencadear em graves doenças em organismos mais sensíveis. Obrigada pelo artigo esclarecedor dos terríveis males. Diva Sinteira.

Envie seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Fale com o Dr. Guilherme

+55 11 3052.1895
drguilhermesolival@gmail.com

HOSPITAL ISRAELITA ALBERT EINSTEIN

Av. Albert Einstein, 627 – bloco A1 220
Morumbi, São Paulo, SP – 05651-901
+55 11 2151.3220

Centro de Esclerose Múltipla São Paulo

Rua Santa Cruz, 722 Conjunto 610
Vila Mariana  CEP 04122-000, São Paulo, SP
+55 11 3052.1895

© Copyright 2015 - Todos os direitos reservados