Esclerose Múltipla

GILENYA ® – Fingolimode

O Gilenya ® – Fingolimode é uma medicação de uso oral potente contra Esclerose Múltipla. Apesar de possuir pouco tempo no mercado já existe a experiência de uso de mais de 70.000 pessoas no mundo. Seu uso exige cuidados especiais. No Brasil e nos EUA foi aprovado como primeira linha de tratamento. Na Europa foi aprovado como segunda linha de tratamento.
Tipo: Imunossupressor seletivo

Uso: oral, cápsula

Frequência: diário

Dose: 0,5mg

Mecanismo de ação:  o Gilenya ® – F ingolimode é um modulador do receptor da esfingosina 1- fosfato levando a um sequestro dos linfócitos dentro dos linfonodos (gânglios linfáticos). Isso leva a uma redistribuição dos linfócitos no organismo o que diminui as células causadoras de autoimunidade.

Evidências científicas:
•    Desacelera a progressão da incapacidade (medida pelo EDSS);
•    Diminui a taxa de surtos;
•    Diminui o número de lesões ativas medidas por Ressonância Magnética de cabeça;
•    Reduz a atrofia cerebral.

Efeitos colaterais:
•    Bradicardia (principalmente nas primeiras 6h após a primeira dose;
•    Bloqueio de segundo e terceiro grau, aumento do intervalo QT;
•    Edema de mácula – leva à alteração visual, sua ocorrência é estimada em 0,4% dos pacientes que utilizam;
•    Aumento da susceptibilidade de infecções, especialmente varicela-zoster;
•    Queda da quantidade de linfócitos abaixo de níveis seguros.

Alertas:
•    O Gilenya ® causa queda na frequência cardíaca de 10-20% dos valores basais no início do seu uso. A primeira dose deve ser realizada em local especializado com monitorização da frequência cardíaca e com eletrocardiograma. Não há dados o suficiente sobre a segurança do uso da medicação em pacientes com frequência cardíaca abaixo de 55bpm, uso concomitante de beta-bloqueadores e história prévia de síncope;
•    Avise seu médico caso você esqueça de tomar uma dose;
•    Recomenda-se a suspensão do uso do Gilenya ® no caso de queda de linfócitos abaixo 2×109/l;
•    Recomenda-se vigilância de edema macular antes e após o uso do Gilenya ®;
•    Recomenda-se a vacinação contra o vírus Varicela-Zoster com 2 doses nos pacientes que não apresentaram infecção prévia ou que não possuem anticorpos;
•    Recomenda-se a suspensão durante a gestação por falta de evidências conclusivas a respeito de sua segurança;
•    Recomenda-se a suspensão durante a amamentação;
•    Pacientes com depressão ou pensamentos suicidas devem entrar em contato imediato com seu médico;
•    Recomenda-se medições trimestrais de enzimas hepáticas e hemograma com plaquetas.

Interações:
•    Antineoplásicos;
•    Imunossupressores;
•    Imunomoduladores;
•    Diminui a eficácia de vacinação;
•    Vacinas de vírus vivos levam a aumento do risco de infecção;
•    Inibidores de poretease;
•    Antifúngicos azólicos;
•    Macrolídeos;
•    Medicações que levam à bradicardia podem interagir no uso da primeira dose da medicação (Avise seu médico!).

Contra-Indicações:
•    Imunodeficiências prévias;
•    Infecções ativas;
•    Infecções crônicas (tuberculose, hepatite);
•    Neoplasias, tumores;
•    Alergia ao Fingolimode.

 

Conheça os outros tipos de tratamento de Esclerose Múltipla, clique aqui.

Envie seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Fale com o Dr. Guilherme

+55 11 3052.1895
drguilhermesolival@gmail.com

HOSPITAL ISRAELITA ALBERT EINSTEIN

Av. Albert Einstein, 627 – bloco A1 220
Morumbi, São Paulo, SP – 05651-901
+55 11 2151.3220

Centro de Esclerose Múltipla São Paulo

Rua Santa Cruz, 722 Conjunto 610
Vila Mariana  CEP 04122-000, São Paulo, SP
+55 11 3052.1895

© Copyright 2015 - Todos os direitos reservados